» "A brincadeira é um alimento para alegrar a alma".

publicado em 12.9.17
...............................................................................................................................................

Você gosta de brincar?

A palavra brincar significa “divertir-se, recrear-se, entreter-se, distrair-se, folgar”. Que adulto não se lembra, com alegria, das brincadeiras que realizava na infância? Marcaram a sua vida de forma positiva. Quantas lembranças, quantas aprendizagens, quanta saudade dos amigos!  Somos capazes até mesmo de nos lembrar dos nomes das brincadeiras (Rouba bandeira, Queimada, Cinco Marias, Amarelinha, Pega-pega, Pular corda, Empinar pipa, Pêra, uva maçã,) e muitas outras.

Brincávamos na rua. Aprendíamos muitas coisas, como por exemplo, a esperar a vez, a perder e a ganhar. Éramos frustrados muitas vezes, porque nem sempre acontecia do jeito que queríamos. Então, além de aprender a se relacionar com o outro (afetivo) aprendíamos também a cultura (cantigas de roda, charadas, adivinhas, parlendas, poesias etc). Desenvolvíamos o físico, o cognitivo e principalmente o emocional.

Nesta perspectiva, o LUDUS 1 e 2, que atende às crianças do Maternal, no Integral, busca na ação de brincar o seu eixo educativo. A rotina é enriquecida com diversos jogos e brincadeiras infantis. Visamos o desenvolvimento das habilidades como a atenção, a memória, a resolução de problemas, a criatividade, a imagem mental, a motricidade e a socialização.

Vygotsky, define a brincadeira como criadora de uma "zona de desenvolvimento proximal", que seria o caminho que a criança percorrerá para desenvolver funções que estão em processo de amadurecimento e serão consolidadas em um nível de desenvolvimento real. Isso ocorre, já que no brinquedo, a criança age como se fosse mais velha do que é realmente. Vejam o que as crianças do Maternal falam sobre o brincar:

"Eu brinco com todos os meus amigos, gosto de ser a mãe e ter muitos filhinhos". Luíza

“Eu brinco de jogo da memória com papai e mamãe, na escola brinco de ser Rapunzel".  Rafaela

“Gosto de brincar de cavalinho com meu pai e  polícia e ladrão com meus amigos". Rafael

“Brinco de ser princesa com a Valentina e com a Helena”.  Maria

“Meu pai não brinca comigo e minha mãe brinca de assistir televisão".

“Gosto de imitar bichos, urso, leão e morcego." Felipe

Banho na fonte

Experiência

Organização/Independência

Jogos/Brincadeiras


Coordenação motora

Alvo

Brincadeiras

Brincadeira de empilhar

Desenho com barbante

Cabo de força

Faz  de  conta

Alvo

Dança das cadeiras

Teatro

Iniciação esportiva

Enfiagem