» PJE inicia suas atividades de 2017

publicado em 31.3.17
...........................................................................................................................................................

A Pastoral da Juventude Estudantil iniciou suas atividades no final do mês de fevereiro, com a assessoria da Irmã Sueellen Machado e dos professores Ênio Zeferino e Gabriela Fonseca. Em 2017, foram oferecidos nove horários de grupo, com cerca de 210 alunos inscritos.

Este é um ano de festa para a Igreja Católica do Brasil, pois comemoramos 300 anos do encontro da imagem de Nossa Senhora do rio Paraíba, além de, em Minas Gerais, estarmos celebrando 250 anos da peregrinação ao Santuário Nossa Senhora da Piedade. Estamos, também, em consonância com a Congregação das Irmãs Dorotéias, “reavivando o dom de Deus que há em nós”, a partir do chamado do XXI Capítulo Geral que ocorreu em outubro de 2015. Dessa forma, a PJE de 2017 está repleta de temas e motivação para que o trabalho seja rico, diverso e tenha como objetivo gerar, em nossos alunos e alunas, o desejo de ser dom de Deus para o mundo, buscando justiça social e a construção do Reino de Deus.

Para marcar o início das atividades, os pjoteiros e pjoteiras se reuniram no Teatro do Colégio no dia 9 de março para a Abertura Oficial da PJE. Em um primeiro momento, motivados pela irmã Sueellen e pelos alunos do Ensino Médio, construímos juntos as letras P, J e E, relembrando o significado e o sentido desse movimento. Em seguida, a assessora Gabriela apresentou a proposta de trabalho para 2017, com algumas novidades, como encontro para os pais e visitas semanais a instituições de assistência social. Contamos, também, com a presença do nosso antigo aluno Matheus Marlley, hoje aluno do curso de Geologia da UFMG, que deu um testemunho de como a participação na PJE foi fundamental para que ele tivesse, hoje, uma consciência crítica em relação ao mundo, além de ajudá-lo a fazer escolhas de vida e grandes amigos. Os alunos Pedro Sette e Maria Clara Capanema, do 9º ano, participantes da PJE desde o 6º ano, também contribuíram, contando como tem sido a caminhada deles na PJE.

Para finalizar, o coordenador do Departamento de Filosofia e Orientação Religiosa, Jean Sidcley, fez uma bela provocação aos nossos alunos, ao dizer que eles precisam ser referência na escola e aproveitar esse espaço privilegiado que lhes é proporcionado, de reflexão, partilha e convivência.


Dando sequência à abertura oficial, cada grupo, em seu encontro semanal, vivenciou a Oração da Sintonia, que é preparada pela comissão de Espiritualidade da Província do Brasil, e realizada por todas as irmãs e por todos os grupos de Pastoral da Juventude ligados à Congregação. Nessa oração, refletimos, a partir da Parábola do Semeador (Mt 13, 3-8), sobre o nascimento de Santa Paula, como uma semente que Deus coloca no mundo para dar frutos. E nós, como frutos da vocação e missão de Santa Paula, devemos continuar o seu trabalho. Para simbolizar essa continuidade e o cuidado que precisamos ter com nossos colegas, familiares e com o mundo, cada aluno foi convidado a plantar um feijão, que deverá ser cultivado, como nós cultivamos a Palavra de Deus em nossos corações.