» Onde fica o bicho? Montando cadeias alimentares

publicado em 12.4.18
...............................................................................................................................................

 

Após o recreio, na aula de Ciências, as crianças foram surpreendidas com papéis colados debaixo de algumas cadeiras. Em cada pedaço de papel estava registrado o nome de um ser vivo, consumidor ou produtor. Todas as crianças que encontraram a surpresa reuniram-se para descobrir o que era para fazer com todos aqueles seres vivos. Discutindo, ouvindo opiniões, elas entenderam que era possível formar várias cadeias alimentares.

No quadro, elas fixaram os papéis. Começaram com os produtores, pois já sabem que são eles que iniciam uma cadeia alimentar completa. Por meio desta estratégia, entenderam que seriam quatro cadeias a serem formadas. Em seguida, foram descobrindo os consumidores primários, secundários e terciários. Lembraram-se também da importância de se colocar as setas indicativas de transferência de energia, quando um ser vivo serve de alimento para outro. Ensinar, por meio de situações lúdicas, é estimulante e provocativo. As crianças gostam de surpresas e de desafios, e aprendem muito quando interagem com os colegas na busca de soluções.