» COMUNICADO IMPORTANTE - Negociações entre SINEP/MG e SINPRO Minas:    

O SINPRO Minas tem distribuído, na porta de algumas escolas de Belo Horizonte, um “comunicado à comunidade escolar”, convocando seus professores para uma Assembleia Geral com paralisação. O SINEP/MG informa que a única instituição apropriada para comunicar qualquer assunto à comunidade escolar é a própria escola, não entidades sindicais. O SINEP/MG afirma que não existem motivos para paralisação, uma vez que as negociações estão no início e que a vigência da atual CCT é até o dia 30 de abril.

O discurso de que as escolas querem tomar os direitos dos professores não veio com a Reforma Trabalhista. É um discurso recorrente, antigo e que coloca, de forma injusta, os diretores de escolas como inimigos dos professores. Todos sabemos, inclusive os próprios professores, que isso não é verdade. Por isso, é fundamental que os diretores comuniquem seus professores sobre as negociações e que participem de nossa Assembleia Geral no dia 18 de abril, às 14h30.

O SINEP/MG tem se esforçado, com bastante diálogo, para atualizar uma Convenção Coletiva de Trabalho escrita há quase 60 anos. Nossos encontros com o Sinpro Minas são feitos com bastante diálogo, ouvindo as demandas, discutindo e apontando também nossas questões. É notória a crise enfrentada por algumas instituições de ensino, ocasionada pela perda de alunos em decorrência da crise econômica nacional, inadimplência, desemprego, diminuição contínua da taxa de natalidade, maior oferta de vagas nas UMEIs, bem como a grande diminuição de bolsas do PROUNI e novas regras para concessão de financiamentos através do FIES, impedindo que as classes menos favorecidas tenham acesso ao ensino privado.

Informamos que a Comissão de Negociação Coletiva do SINEP/MG reuniu-se no dia 10.04.2018 com a Comissão de Negociação do SINPRO/MG na sede do SINEP/MG, sendo essa a 4ª (quarta) reunião do ciclo de negociações do ano de 2018, já estando agendadas mais duas datas para as próximas reuniões.

Continuaremos mantendo a via negocial com o SINPRO/MG e tendo o objetivo de firmar a norma coletiva regulando as condições de trabalho. As negociações para fechamento da Convenção Coletiva estão em andamento.